Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AND THERE'S NO DRIVER AT THE WHEEL


15
Dez16

Viagem a Itália: Verona, parte I

Viagem a Itália: Verona, parte II

 

 

A Ligúria, também conhecida como Riviera italiana, é uma região que fica no norte de Itália e vai desde a fronteira com a França até onde termina a província de La Spezia. É uma zona costeira banhada pelo mar com o mesmo nome da região. É precisamente em La Spezia que fica Porto Venere, a segunda estadia na viagem.

 

O motivo principal para ter feito parte do nosso itinerário foi a proximidade em relação às Cinque Terre mas acabou por revelar o seu encanto individual, sem depender delas. 

 

P1040785

 Porto Venere e à esquerda a ilha Palmaria

 

 

 

Chegados a Porto Venere a primeira aventura foi arranjar lugar para estacionar o Fiat porque os lugares disponíveis não são muitos e são todos pagos, a segunda foi encontrar o hostel porque com a morada íamos sempre dar a uma escola primária e só depois percebemos que a entrada do hostel era de lado, no mesmo edíficio. A porta estava meio escondida. 

 

Porto Venere fica no golfo de La Spezia e é uma cidade pequena com uma marina, prédios coloridos que parecem comprimidos uns contra os outros com cerca de 6 a 8 andares. As ruas por trás dos edíficios que estão de frente para a marina são estreitas, com várias lojas e restaurantes ao longo das mesmas. Há um castelo no topo de uma colina que domina e envolve a cidade com as suas muralhas. 

 

 

P1040803

 o castelo Doria no topo

 

 

 

P1040794

 

 

Caminhando junto à marina, em direcção ao mar, fomos dar a um dos sítios mais bonitos de Porto Venere: um promontório onde se encontra a igreja de San Pietro e bem perto desta a Grotta dell'Arpaia, mais conhecida como a gruta de Byron. Actualmente a gruta já ruíu e o que existe é uma placa em memória deste poeta inglês. Reza a história que Byron, que na altura vivia em Itália, atravessou o golfo a nado para visitar um outro poeta, Shelley, e vem daí o termo Golfo dos Poetas. Há a possibilidade de descer umas escadas forjadas na própria rocha para ver melhor a zona da Grotta dell'Arpaia.

 

 

 

P1040810

 Grotta dell'Arpaia 

P1040811

 

P1040813

 

Olhar para aquele mar imenso, que visto dali parece não ter fim, ver a sua agitação que não é perturbadora ou assustadora mas que impõe respeito, ouvir as ondas a baterem nas rochas e nos rochedos e sentir aquele cheiro a maresia foi um dos pontos mais altos deste passeio. Saber que este mundo tem cenários que roçam a perfeição, que nos é acrescentado um pouco de vida quando temos a sorte de poder encher os sentidos com a experiência que estamos a viver.  Foi um fim de tarde com o seu quê de mágico.

 

 

P1040812

P1040814

P1040818

 

P1040834

estátua de uma mulher que representa a Mãe Natureza

 

 

P1040841

 Porto Venere à noite

 

 

 

 a cidade filmada a partir de um drone

 

 

 

Porto Venere é por direito próprio um sítio encantador, poético, e apesar de não ter a mesma fama das cinco terras vizinhas, tem a paz e calmaria que falta nelas. 

O nosso segundo dia foi dedicado precisamente às Cinque Terre mas esse relato fica para um próximo post.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Rita

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

blogs Portugal


Apontamentos

Nuno Joana Maggie Inês