Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

AND THERE'S NO DRIVER AT THE WHEEL



“To Kill a Mockingbird” is a wonderful and endearing book written by Harper Lee and published in 1960. It’s based on events from her childhood but it is a work of fiction.
  The action takes place in the United States, more specifically in Alabama during the Great Depression. Although it comes from a child’s point of view and it’s funny, innocent and light, it deals with serious issues such as race, prejudice and crime.
  The main character and narrator is Scout, a young girl who lives with her father who is a lawyer and her brother, Jem. Scout and Jem met another boy, Dill, during one summer and the three become fascinated with a very mysterious neighbour that never leaves his house provoking numerous rumors amongst people in the town (Maycomb, the fictional name). This shady character will become very important towards the ending of the book. Another story line that develops during the book is the trial of Tom Robinson, a black man accused of raping a white woman. Scout’s father, Atticus Finch, decides to defend him and that upsets and causes outrage in Maycomb, a place so feverishly racist.
  Atticus Finch in this book has the role of an ordinary man, trying to raise his children in a town where prejudice and racism is everywhere. He is a truly honest and kind man fighting for justice in a space and time where that is almost impossible unless the person is white.       
  The storytelling is flawless and we become immersed in the plot really early on. Harper Lee is magnificent in her writing and engages the reader in such a way that is really difficult to put down the book once you start reading it.
  It’s impossible not to feel real compassion for the main characters, not to care and to root for them, not to feel joy and sadness along with them.
  To sum up, this is a marvelous book that makes the reader feel and is a lesson about taking every person on their merit and worth.
  “To Kill a Mockingbird” illustrates how society and events are vital to the narrative. The fact that a story about racism and prejudice takes place in Alabama in the 1930’s gives it the background it needs to develop and gives the reader a full account of every aspect of life in Maycomb. The townspeople are described as the vast majority of the Southerners in that time and place in the United States. Atticus Finch is the real hero trying to instill a sense of Justice in this society and to give his children an education that will give them the tools to be real human beings and see beyond what their eyes perceive. 



Isto resulta de um trabalho que tive de fazer recentemente como preparação para um exame de Inglês: escrever um artigo literário. Como o feedback de quem o corrigiu foi tão bom, decidi partilhá-lo com a esperança que desperte a curiosidade de quem ainda não leu este livro. O mesmo foi adaptado ao cinema e, apesar de não se aproximar da excelência desta obra literária, é um filme muito bom.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Nuno Bento a 04.03.2013 às 01:16

Adorei o teu resumo! O mínimo que posso dizer foi que despertaste a minha curiosidade, nem que seja para ver o filme ;)
Sem imagem de perfil

De R. a 04.03.2013 às 10:09

Obrigada! :)

Vê o filme quando puderes sim, não defrauda de forma nenhuma o livro e a personagem do Atticus Finch está muito bem conseguida pelo Gregory Peck (que acabou por ganhar o Oscar neste filme). É das minhas personagens preferidas de sempre :) (e claro que tinha de ser ficção, onde já se viu um advogado tão honesto e íntegro? ;P)
Sem imagem de perfil

De Nuno Bento a 04.03.2013 às 15:32

Ui, eu também não sou grande fã dessa classe :P
(o problema é que agora tenho saído com uma advogada e se ela lê isto... estou feito ;) )
Sem imagem de perfil

De R. a 04.03.2013 às 15:54

lol tás metido em trabalhos! não lhe digas nada que possa ser usado contra ti :P
Sem imagem de perfil

De Nuno Bento a 04.03.2013 às 20:20

Ora aí está o meu problema! Como tu sabes muito bem, eu sou um boca grande, nunca estou calado! Não imaginas a quantidade de coisas que saem da minha boca e são, a ritmo diário, usadas contra mim :P
Sem imagem de perfil

De tanaka_san a 10.05.2013 às 00:41

Ola Rita! Ha' quanto tempo?? Nao sei se te recordas de mim de quando trabalhamos juntas na TAP Victoria. Sempre mantive o teu blog na esperanca de nao perder contacto mas com algumas alteracoes entretanto perdi o teu blog de vista mas ca' estou de novo.
Espero que esteja tudo bem contigo. Simplesment tambem adoro o filme, o livro ainda nao li mas tenho na minha lista.

Um big bj e abraco, Catia
Sem imagem de perfil

De R. a 13.05.2013 às 11:27

Claro que me lembro de ti! :) e o link para o teu blog continua ali em cima do lado direito ;)
Quando puderes lê o livro sim, é dos melhores que já li.

Bjnho para ti tb Cátia!

Comentar post



Rita

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

blogs Portugal


Apontamentos

Nuno Joana Maggie Inês